AS MAIS BELAS CACHOEIRAS

FOTO (323).jpg
CACHOEIRA MARIA AUGUSTA: Aberta a visitação com cobrança de taxa

Situada na região da Mata do Engenho, no Ribeirão Grande, divisa com Delfinópolis, distante18 km da cidade de São João Batista do Glória. Formada por duas grandes quedas com altura aprox. de 35m e um grande volume de água, esta imponente cachoeira da forma a um belo poço de água cristalina com praia de areia fina e cascalho, ideais para tomar sol e se banhar. Tempo de caminhada partindo da Pousada Mata do Engenho é de 45 minutos aproximadamente.

CACHOEIRA DO TAMANDUÁ: Aberta a visitação com cobrança de taxa

Situada na região da Mata do Engenho, distante 18 km da cidade. Começando a percorrer a trilha pelo leito do córrego. Já percorridos 400 metros, encontra-se um poço em forma redonda e que se afunila, chegando a dois metros de largura em alguns trechos. A extensão toda é de 40 metros, a profundidade chega a 4 metros no local do afunilamento. Prosseguindo a trilha, a uns 100 metro se avista a cachoeira de 20 metros de altura. O local é sombreado, batendo sol apenas no horário de pico (11:30 às 13:30). Cachoeira exuberante, localizada em um belo cânion, com a formação de um poço profundo. Tempo de caminhada partindo da Pousada Mata do Engenho é de 45 minutos aproximadamente.

CACHOEIRA DO BARULHO: Aberta a visitação com cobrança de taxa

O cachoeira fica na região dos Canteiros, no Córrego do Barulho à apenas 20 km da cidade. Parte superior: a cachoeira fica a 200 metros da estrada. Há pequenas corredeiras com pequenos poços antes da queda de 55 metros de altura. Há uma linda vista para o Vale dos Canteiros. A cachoeira normalmente é utilizada para a prática do cascading. Parte inferior: vêem-se pequenos poços e cascatas ao longo do percurso dentro do rio. Há uma cascata de 5 metros com uma pequena gruta. No final, a cachoeira de 40 metros de altura, com formação de poço de 8 metros de diâmetro por 2 metros de profundidade.

fe92219a-1ed9-409f-8e06-d56e34b51f97_edi
CACHOEIRA DO ORATÓRIO: Aberta a visitação com cobrança de taxa

A Cachoeira do Oratório situa-se no Vale dos Canteiros, a 25 km da cidade, 200m acima da Cachoeira da Capivara, no Ribeirão da Capivara. A queda tem mais ou menos 4 metros de altura e da forma a uma bela piscina de água natural. Descendo da Cachoeira do Oratório até a Cachoeira da Capivara existem vários outros poços e pequenas quedas, sendo um deles muito profundo. Tempo de caminhada partindo da Cachoeira da Capivara é de 20 minutos aproximadamente.

d62757f7-97c0-4cbb-91ba-769c06f09236 (1)
CACHOEIRA DA CAPIVARA: Aberta a visitação com cobrança de taxa

A 26 km do centro de São João Batista do Glória a cachoeira da capivara, situada no Vale dos Canteiros, tem a sua queda em forma de escorregador (mas não dá para escorregar) tem aproximadamente quatro metros de altura e em sua piscina águas límpidas e de tom esverdeado. Não possui praia, mas existe sombra para ficar. Embora não muito grande, a Cachoeira da Capivara, apresenta uma composição harmoniosa entre a queda d'água, a sua piscina de tom esverdeado e a mata que a sombreia de um dos lados da encosta. À sua frente, uma velha árvore de copa larga emoldura a vista da cachoeira. Tempo de caminhada partindo da Pousada Vale dos Canteiros é de 50 minutos aproximadamente.

CACHOEIRA DO QUILOMBO: Aberta a visitação com cobrança de taxa

Situada na região dos Canteiros, na microrregião do Quilombo, nas águas do Ribeirão Grande, a 36 km da cidade. Logo na chegada se observe uma praia de cascalho e uma trilha na margem esquerda do ribeirão que dá acesso às partes superiores. Subindo por ela se avista a segunda queda, afunilada por uma garganta e escorrendo suavemente pelas pedras com altura aprox. 30m, dando forma a um dos maiores poços entre as cachoeiras do município. Voltando à trilha e subindo um pouco mais, é possível observar uma primeira queda com 20m de altura e um belo poço para banho. Tempo de caminhada partindo da parte de baixa para parte superior é de 30 minutos aproximadamente. Cachoeira que deslumbra pelo porte. Oferece Poços Grandes e profundos de Águas Cristalinas e Grandes Corredeiras.

PE%20DA%20SERRA_edited.jpg
CACHOEIRA DO LAJEADO: Aberta a visitação com cobrança de taxa

Localizada no córrego do Lajeado, na micro região do Fumal distante 22 km da cidade, chegando na Pousada das Orquídeas o acesso se faz por uma trilha de aprox. 500 metros ou 30 minutos de caminhada. Logo na chegada se avista uma queda de aprox. 7 metros por onde a água cristalina escorre por entre as pedras.

CASCATA ECOPARK: Aberta a visitação com cobrança de taxa

Localizado no ribeirão da Capivara, divisa de São João Batista do Glória/Capitólio, na região do Quebra-Anzol distante 24 km da cidade. Logo na chegada um lugar de descanso com a formação de várias piscinas naturais. Logo após, formação de pequenas cascatas que variam de meio a dois metros de altura, seguidas de uma bela cachoeira em degraus, com várias quedas de um até cinco metros, chegando até um poço, com formação de um bonito cânion de 50 metros de altura, por uma extensão de 700 metros até o lago de Furnas. Uma aventura será a exploração ribeirão acima, onde poderemos encontrar várias quedas. Lindas cascatas e piscinas naturais com belo cânion.

PARAÍSO PERDIDO: Aberta a visitação com cobrança de taxa

Localizado na região do Quebra Anzol, de frente para a Serra do Cigano distante 26 km da cidade. Logo na entrada, no estacionamento, depara-se com o restaurante/lanchonete, com área de camping com área de churrasqueiras e, logo à frente, o ribeirão. O local é um dos mais belos da região, possui poços rasos a poços com 18 metros de profundidade, e quedas D'água de diversos tamanhos. Pode-se subir a cachoeira pela direita ou pela esquerda, para se chegar a uma clareira, onde o cânion se abre. Subindo a cachoeira passa-se por um caminho de cascalho de 50 metros de extensão aonde se chega num poço de 3 metros de profundidade com uma pequena cascata, formando uma verdadeira hidromassagem.

CACHOEIRA DA VITÓRIA: Aberta a visitação com cobrança de taxa

Localizada na Fazenda Vitória, para se ter acesso à parte baixa da cachoeira, toma-se uma trilha pela mata na margem, subindo o córrego 150 metros por dentro do cânion, num trajeto um pouco difícil, o qual lhe rendeu o apelido de Cachoeira da Vitória. Este acesso é recomendado no verão, devido à água muito fria no inverno, mas com cuidado com as fortes chuvas que podem causar enchentes repentinas. A cachoeira em si é uma das mais belas e altas, com aproximadamente 90 metros, caindo no alargamento de um enorme cânion dentro de uma piscina natural. O volume de água é médio no verão e reduz bastante no inverno.

  • Facebook Social Icon
Fique por dentro dos eventos e
novidades em nossas redes sociais
Prefeitura Municipal de
São João Batista do Glória